Você está em

A Blog Post

Telmo de Avelar, dublador do ‘Pateta’, morre no Rio aos 93 anos

Morreu na madrugada desta segunda-feira (9) o ator e dublador Telmo Perle Münch, conhecido como Telmo de Avelar. Intérprete de personagens como o Pateta, da Disney, ele tinha 93 anos e estava internado desde sexta-feira (6) na Coordenação de Emergência Regional, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio.

Telmo nasceu em 2 de outubro de 1923 em Curitiba, no Paraná. Foi um dos pioneiros da dublagem no país e ficou conhecido por ser a voz oficial do Pateta nos anos 1970 e 1980 e por interpretar o professor Ludovico Von Pato, também da Disney.

Foi ainda o primeiro narrador do desenho “Super-Amigos”, deu voz ao Senhor Olivaras, em “Harry Potter e a pedra filosofal” e a Charlie Chan na série dos anos 1970.

Em 50 anos de carreira, dirigiu ainda a dublagem de filmes e seriados como “A Família Dinossauro” e “Planeta dos Macacos”. “Tiveram sucesso de repercussão fora do comum”, lembrou Telmo em entrevista ao site “Radiofobia”.
Como ator, foi o técnico de futebol Fausto Paiva, em “Irmãos Coragem”. Na novela “Pai herói”, em 1979, foi o delegado Sandoval.

Segundo o site Casa da Dublagem, ele teve uma infância pobre e, aos 14 anos, começou a carreira artística em um grupo de teatro amador. Anos mais tarde, já morando em São Paulo, começou a trabalhar em rádio, mas seguia vivendo com dificuldade financeira. Decidiu então, ainda de acordo com o site, ir para o Rio de Janeiro, onde começou a fazer pequenos trabalhos em rádios até ter sua carreira consolidada.

A morte de Telmo causou comoção entre dubladores. “Hoje a voz se calou. O legado está aí. Se a Disney conquistou o público brasileiro, muito deve a este homem. Vá…”, postou no Twitter Christiano Torreão, que dá voz a Leonardo DiCaprio, entre muitos outros.

g1